quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

O filho ou o marido?Coisas complicadas!

Ontem,depois de saber que faleceu um anjinho,filho de uma conhecida minha,com 2 aninhos,que tinha leucemia desde os 6 meses,dei por mim a falar sobre o assunto com a minha mãe. Não pode haver dor maior e nem penso nessa hipòtese!


A conversa chegou ao ponto de ela me dizer "mas olha,ao menos depois virà outro filho para o lugar deste",dado que eles são novos e era o primeiro filho..e ainda "às vezes acho que se fosse um marido ou esposa seria pior de ultrapassar,porque filho vem outro,mas marido comoo que tens não"...e eu fiquei "ahhh!?!?!? estàs doida?"

Tinha os meus dois homens perto de mim e disse logo "Deus me perdoe e bato na madeira,mas eu sem o Sèrgio sobrevivia,sem o menino nunca,por isso preferia que fosse ele e não o meu filho!" Ele olhou para mim e concordou,logicamente!

A minha mãe là pensou melhor e de certa forma concorda,mas aquela maneira de pensar deixou-me um bocado confusa!A desculpa dela è que foi operada na segunda,tirou parte do ùtero que tinha um mal,e ainda està na cama e meia apanhada,sò pode..

Mas fora de brincadeira,eu não concebo a ideia de perder nenhum dos dois,mas o certo è que uma coisa tenho certeza,e o marido diz o mesmo,se tivesse de escolher entre um deles,escolhia o meu piolho,assim como se tivesse de escolher entre a minha vida e a dele,escolhia a dele!

Perdoem-me quem discorda,mas eu penso assim!

4 comentários:

sandra disse...

Deus me porteja do semelhante ,os meus filhos sempre em primeiro sem sombra de dúvida sem eles eu não respiro sem o marido vivia tinha os meus meninos, é complicado pode parecer estranho mas é uma resposta facil para mim não quero é ser mal intrepertada mas os meus filhos para mim são tudo,bjinhos

Marta Pinto disse...

Nao deve de ser nada facil, coitados dos papas e do menino, que Deus console o coracao deles!

Beijinhos amiga, n tenho andado bem isto n quer passar

Magda E. disse...

Tb discordo com a tua mãe. A perda de um filho pode acabar mesmo até com um casamento, pois a dor é impensável, é daquelas coisas que não desejo nem à pior pessoa do mundo. Lamento pelos pais que perderam o seu menino de 2 anos, lamento por todos os pais que perdem os seus filhos, novos ou velhos. beijinhos

Adoro-te Mamy... disse...

Minha linda nem consigo imaginar tal situação, mas concordo contigo, em pleno, não haverá dor maior do que a perda de um filho!
Um beijinho grande

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers