terça-feira, 30 de outubro de 2012

Escravatura infantil!!?mas isso existe mesmo?

Este domingo assistimos a um programa de televisão que me cortou o coração e não podia deixar de partilhar..Nunca imaginei que existisse tal coisa,tal barbaridade...
Falava de Port-au-prince e do facto de por là existirem crianças que são "oferecidas" por assim dizer,a familias para serem suas escravas..Estamos a falar de crianças com 10,11,12 anos..nunca mais que isso,e que ou por os pais não terem condições para os criar ou por não terem pais,vão para casa de pessoas com mais posses e passam a ser os "empregados da casa"!
São crianças que se levantam às 5h da manhã e que limpam,lavam,tratam da roupa de toada a gente,fazem o pequeno almoço e levam as outras crianças à escola,sim porque elas não teêm direito à escola,por vezes às suas costas e à porta da mesma,lhes esfregam os sapatos para estarem limpinhos enqanto eles estão descalços!
Crianças que veêm depois limpar mais uma vez e fazer o almoço,e tratar das mil tarefas que lhes dão aquelas "senhoras",enquanto as mesmas estão sentadas a olhar para elas!
Oh pah,aquilo incomodou me tanto que nem sei como explicar!A revolta era tanta que achei que ia derramar um rio de làgrimas!Que gente,que ignorantes,sim porque sò podem ser ignorantes para darem a cara e falarem da vida que dão àquelas crianças sem terem a minima vergonha!
Crueldade sem medida,custa tanto ver aquelas crianças com o olhar vazio,com o sofrimento espelhado..
Nunca pensei que ainda houvesse tal coisa e cortou me o coração:(

4 comentários:

Susana disse...

Não vi, mas existem muitos casos assim, infelizmente.

Cláudia, Vila do Conde disse...

Meu Deus, onde andas tu?! Nem quero imaginar que tal existe...só de imaginar até me arrepio...olha falando noutra coisa, já te sigo há algum tempo e ainda não me tinha apercebido que estás em França...o meu irmão foi para aí a ver se arranja emprego na área de arquitectura...vamos ver se ele tem sorte...bjocas***

Romantica disse...

Que miséria!!! Pobres dessas crianças. Essa gente devia levar um grande susto na vida para aprender a tratar as crianças com o respeito que merecem!!! beijinhos

O Sexo e a Idade disse...

Nem tu calculas o que há disso pelo mundo fora;
a minha mãe, sendo portuguesa e tendo 78 anos, foi uma dessas crianças, criadas assim, aqui em Portugal...

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers